Como criar a estratégia digital da sua marca

Como criar a estratégia digital da sua marca

Ser digital não é mais escolha, desde as padarias de bairro até as gigantes multinacionais precisam ter estratégias online bem definidas para prosperar. Por mais que o nível de investimento e de complexidade das estratégias seja diferente, as empresas de todos os portes podem seguir uma mesma lógica para se tornar relevante digitalmente.

Para os negócios mais estruturados, a presença digital pode ser focada no entendimento do seu público, fidelização por meio de conteúdo certeiro, direcionamento mais assertivo de campanhas, suporte online, estratégias omnichannel, etc.

Já para os negócios com uma estrutura menor, é essencial garantir uma presença relevante nas redes sociais, engajamento do público em reviews e avaliações, direcionamento de campanhas para evitar que o investimento se perca, uso correto de ferramentas do Google – como a indicação do endereço e número do negócio -, entre outros. 

Por mais que tenham focos diferentes, as estratégias digitais de qualquer empresa começam em um mesmo lugar: o entendimento do cliente. O primeiro passo para criar uma presença digital relevante, portanto, é saber quem é o consumidor – ou potencial consumidor – da marca. 

Dessa informação se deriva toda a estratégia, uma vez que se sabe quais sites o cliente frequenta, como é seu comportamento online, quais gatilhos o levam a comprar, como é o hábito de compra, se está presente nas redes sociais, qual estratégia é mais relevante, enfim, todo o mapeamento de como estar presente digitalmente. 

 

Como conhecer o cliente

Junto com o primeiro passo, vem o primeiro desafio: como conhecer o cliente. De maneira simples, as marcas menores podem fazer um questionário físico, pedindo nome, idade e endereço dos clientes em troca de uma promoção ou sorteio. Daí, já é possível entender qual o perfil destes, se moram perto ou longe, estudar comportamento da faixa de idade que mais consome no estabelecimento e outras informações que ajudarão a marca a conversar na língua do cliente nos meios digitais.

Já as empresas mais estruturadas podem contar com tecnologias como o onboarding do seu CRM para uma DMP a fim de  amplificar o perfil do público consumidor e entender qual seu comportamento online, quais sites visita, como faz compras neste ambiente, quais conteúdos leva em consideração antes de executar uma ação e cruzar estes dados com mídia programática.

 

Próximos passos

Depois de conhecer o cliente e entender o que este procura em meios digitais é preciso usar essa informação para efetivar a presença digital. Existem quatro ações que toda marca pode executar para se tornar relevante no ambiente online:

 

1 – Investir em conteúdo: seja por meio de blogs, propagandas direcionadas ou nas redes sociais, as empresas precisam produzir conteúdo relevante que leve seu consumidor à compra. A padaria de bairro, por exemplo, pode apostar em anúncios no Facebook sobre o horário que o consumidor acha pão quentinho, em momentos do dia que a clientela está mais propícia a querer consumir este alimento. Multinacionais de peças para máquinas agrícolas, por outro lado, podem investir em conteúdo especializado que ajude seu cliente a aproveitar melhor os benefícios de suas peças;

2 – Posicionamento: com dados de uma DMP, por exemplo, é possível entender o comportamento online do consumidor a fim de posicionar a marca de forma consoante. Entender onde o cliente está na internet e investir em mídia programática para posicionar a marca no ambiente e momento certo para despertar um gatilho de compra é essencial para uma presença digital estratégica; 

3 – Relacionamento: todo conteúdo e mídia gerados por uma empresa quer levar o consumidor à uma ação: a compra. Se este chegar até este ponto e não conseguir tirar as dúvidas necessárias ou efetuar a compra, todo o relacionamento será perdido. Por isso, investir em técnicas que aproximam as marcas das pessoas e que abram canais de comunicação é essencial para uma presença digital humanizada e efetiva; e

4 – Personalização: se o primeiro passo é entender o cliente, essa informação precisa ser replicada em todos os outros. Por mais que seja possível traçar o perfil de um consumidor médio de uma marca, existem diferentes personas para cada produto presente dentro de uma empresa. Direcionar o conteúdo, posicionamento e relacionamento para cada um destes perfis de consumidores no ambiente online é o segredo para uma estratégia digital bem sucedida. 

 

 

Tenha parceiros

Existem muitas ferramentas que prometem ajudar as empresas em cada um destes passos para efetivar uma presença online estratégica, mas é preciso tomar cuidado para não se tornar digital por meio das ferramentas erradas. 

O indicado é que a empresa primeiro desenhe sua estratégia online e depois veja quais tecnologias podem ajudar a tornar isso possível. A Tail oferece uma DMP completa para a definição de público alvo e entendimento do cliente das marcas, além disso, a plataforma tem compliance com a LGPD, garantindo que as empresas parceiras estejam em conformidade com a lei nos ambientes online. 

 

Conheça as soluções e desenvolva uma estratégia online vencedora.