Como criar personas de clientes utilizando dados reais

Como criar personas de clientes utilizando dados reais
83

Personas são representações detalhadas de segmentos dentro de seu público-alvo. Alimentadas por pesquisas, elas mapeiam quem está por trás das decisões de compra de seus produtos ou serviços e o uso de dados pode tornar esse processo muito mais preciso e eficiente.

Compreender seus clientes significa tudo para sua empresa. Se não houver um detalhamento adequado sobre quem geralmente são seus consumidores, por que eles preferem sua solução, sua jornada de compra, etc., você nunca será capaz de atingir as pessoas certas.

Se sua segmentação estiver imprecisa, não importa o quão sofisticado seja seu produto ou quão inteligentes sejam suas táticas de marketing, isso não afetará a escolha do seu cliente. 

Nesse contexto, os dados são a mais poderosa ferramenta que você pode utilizar em seu negócio para acertar em cheio seu público. Foi exatamente dessa maneira que a agência DDBC conseguiu identificar com nitidez quem realmente estava interessado nos produtos de uma marca. E os resultados apareceram rapidamente.

Leia: Case DDBC – insights com dados e crescimento exponencial

 

O desafio das marcas em criar as personas corretas

Personas são  desenhadas com base em uma variedade de fatores: comportamento, motivação, fatores demográficos, objetivo do cliente e assim por diante. 

Pode parecer um processo simples, mas um estudo feito pelo Eldeman Group identificou que as marcas não estão conseguindo entender algumas das motivações e preocupações fundamentais de seus clientes.

A pesquisa entrevistou 11.000 pessoas em oito países que participaram de pelo menos uma atividade de engajamento com uma marca (por exemplo, segui-la no Facebook) no ano anterior.

Cerca de 51% dos entrevistados consideram que o desempenho das marcas é inferior quando se trata de perguntar sobre suas necessidades. Apenas 10% considerou que as marcas estão se saindo bem.

Por esse motivo, personas baseadas em dados são um método mais eficiente porque permitem que você tire conclusões mais significativas com base em milhares de pontos de informação.

Criando personas de forma data-driven

Provavelmente você já possui um amplo conjunto de dados disponíveis que você pode usar para criar estratégias de marketing. 

Os dados de personas data-driven vêm de fontes como Analytics de plataformas, pesquisas digitais, painéis, insights de mídias sociais, etc. Contudo, como a maioria dos dados pode ser coletada em tempo real, as personas também mudam.

Entrentato, em um mercado online em franca expansão e cada vez mais competitivo, essas informações podem ser insuficientes ou confusas demais para diferenciá-lo da concorrência,

Nesse momento, contar com uma ferramenta de captação e análise de dados como um CDP (Customer Data Platform) pode fazer toda a diferença,

A CDP é uma tecnologia inovadora que reúne dados estratégicos, de diferentes fontes, do consumidor de uma determinada empresa. Além das informações primárias (1st party data) é comum que as CDPs utilizem dados de terceiros (3rd party data) para complementar o perfil do usuário.

Abastecido com estes dados, um negócio consegue traçar um perfil levando em consideração os dados que você já possui e dados extras de busca, demográficos, comportamento dentro do site, compras anteriores, relacionamento com a empresa e interação por diferentes canais, por exemplo. E o melhor: tudo em um mesmo lugar e interconectado.

Os perfis são desenhados usando a tecnologia de machine learning para entender a interação das informações. Assim, é possível ter uma visão ampla do relacionamento do consumidor com a marca. 

A Customer Data Platform consegue analisar informações de forma omnicanal, portanto, ela aglutina as interações no site, aplicativo e redes sociais da empresa. Com isso, os gestores podem ter acesso a como o consumidor está usando os serviços e produtos e no que está interessado com muito mais precisão.

E ao contrário do que muitas pessoas pensam, essas ferramentas são acessíveis a negócios de todo o porte: desde grandes conglomerados a microempresas.

Conclusão

Criar campanhas de marketing ou construir um produto sem a ajuda de personas é uma tarefa difícil. Quem você deseja atingir quando não sabe quem é seu cliente ideal? É aqui que as personas podem mudar a maneira como você redige o texto do anúncio, cria campanhas de marketing e visa compradores em potencial.

Porém, utilizar apenas da subjetividade ou as ferramentas nativas de cada canal em que seu negócio está presente pode levar a erros e dispersão de investimentos que poderiam ser alocados de forma mais precisa.

A utilização de ferramentas como uma CDP não só otimizam esse processo, como traçam um perfil muito mais claro do seu público, aumentando o retorno sobre o seu investimento.

Quer se aprofundar mais no assunto? Conheça as funcionalidades para criação e gestão de personas na CDP da Tail!