Transformação Digital e o uso de dados

Transformação Digital e o uso de dados

Quando falamos em transformação digital, muitos já ligam o termo à Indústria 4.0 ou a projetos complexos realizados por meio de tecnologias igualmente sofisticadas. Apesar de também passar por este cenário, a transformação digital deve ser encarada como algo muito mais simples. Basicamente, este conceito prevê que as empresas estejam conectadas por meio de processos que utilizem mais a tecnologia e conceitos como big data, machine learning, entre outros.

Bots para comunicação com cliente, big data para mídia programática, automação dos processos de marketing, estudo de audiência por meio de machine learning, gestão ágil com auxílio de plataformas SaaS, tudo isso faz parte do dia-a-dia de uma empresa, e tudo isso faz parte também da transformação digital.

 

Pensamento conectado e uso de dados

Uma pesquisa realizada pela CI&T, em parceria com o Opinion Box, ouviu, aproximadamente, 200 profissionais com cargos de liderança no Brasil e concluiu que 84% destes estão preparados para mudanças causadas pelas transformação digital.  Na opinião dos gestores ouvidos, o principal desafio para aderir processos mais conectados e digitais nas empresas é a cultura organizacional (75%), a frente da adesão de tecnologias (67%) e modelo de negócio (38%).

Estimular a mudança de mindset, portanto, é a chave para a transformação digital. Antes de adquirir tecnologias e digitalizar processos, é preciso que a empresa incentive o pensamento conectado. Os colaboradores precisam entender o conceito por trás dos softwares e ferramentas, só assim, estes serão utilizados de maneira realmente proveitosa.

A forma mais efetiva para se começar a pensar em uma transformação digital que realmente imprima mais competitividade ao negócio é investir em análise de dados. O big data analytics e inteligência artificial podem ajudar a escanear o negócio e dar subsídio para que as decisões sejam tomadas de forma estratégica, os riscos sejam previstos e, ainda, que insights sejam gerados para que uma verdadeira transformação aconteça. Além disso, o uso de dados contribui para a otimização de processos.

 

Começando…

Para aderir ao conceito de transformação digital, um primeiro passo pode ser entender quais os principais desafios da empresa hoje: comunicação interna? Alinhamento de ações? Cumprimento de objetivos? Alinhamento com expectativas dos clientes? Alcance do público certo?

Tendo mapeado todos os problemas, é possível estudar o mercado e entender quais tecnologias ou processos podem ajudar a solucioná-los. Hoje, com o boom das startups, existem tecnologias para quase todos os desafios, basta entender qual combina melhor com o modelo de negócio. Uma estrutura de big data consistente ajuda neste mapeamento e na decisão de qual software contratar para otimizar processos.

Depois de escolhidas as tecnologias, o trabalho continua com adequações e avaliações constantes, para averiguar se realmente tudo está funcionando como deveria.

 

Melhore a presença online

Hoje, grande parte dos consumidores têm uma interação digital com as empresas, seja para tirar dúvidas ou comprar algum produto ou serviço. De acordo com a Sirius Decision, 67% da jornada de compra hoje é digital. Por isso, começar os processos de transformação digital por uma presença online estratégica e efetiva é crucial.

As empresas que usam seus sites e mídias online de forma certeira têm resultados mais positivos. Além de ter um site com tecnologia de cookies que possa mapear o comportamento online do consumidor para fornecer informações cruciais da audiência, fazer uma análise do consumidor é essencial para oferecer os produtos e serviços da companhia na hora e local corretos.

Uma DMP, por exemplo, é um software que ajuda na adesão de empresas à transformação digital, resolvendo um problema comum: a comunicação assertiva com o cliente. Por meio da plataforma é possível conhecer e especificar uma audiência, oferecendo o conteúdo correto de acordo com o seu estágio no funil de vendas, estimulando, assim, a compra.

O uso de big data analytics na delimitação da audiência ajuda, também, a melhorar a experiência do cliente. Isso porque ele irá receber apenas anúncios e conteúdos que realmente fazem sentido para o que está procurando. Além do mais, a tecnologia permite o acompanhamento do consumidor em sua jornada de compra, ajudando as empresas a oferecerem os subsídios corretos para a fidelização deste.

 

Existem muitas outras possibilidades que fazem do marketing um protagonista na transformação digital das empresa. Conheça como torná-lo mais estratégico e conectado no site da Tail.